• Bia Rodrigues Carvalho

A Bia que não é de "Beatriz"



O título do artigo é apenas uma oportunidade de esclarecer que meu nome verdadeiro, ao contrário do que muitos pensam, não é Bia, e sim Fabiana. Acredito que desde pequena, tenho a mania de ficar "otimizando" tudo, inclusive o meu próprio nome (risos). Nas primeiras sérios do colégio, me cansava de escrever nome completo, cabeçalho da escola, data, rezar o pai nosso e etc. Até que um dia, resolvi "otimizar" para ganhar maior velocidade. Funcionou. Quer dizer, o nome Bia "pegou".


Bem, mas vamos ao que importa e ao que eu gostaria de compartilhar com vocês, que é um pouco da minha carreira e vida, até aqui:


Comecei minha carreira profissional como vendedora ainda bem novinha de idade, aos 14 anos, eu trabalhava mais de 15 horas por dia, aprendi a vender e sofri com uma chefe ruim e mercenária que eu tinha.


Tudo bem, coisas da vida e aprender a vender valeu qualquer sofrimento.


Ainda muito jovem, fui atuar em uma prestadora de serviços de transportes e motoboy, pedi as contas com o sonho de atuar na empresa do meu chefe que estava saindo para montar a empresa dele, no final, fiquei apenas no sonho e no desejo, mas tudo bem, eu parti para outra.


Em seguida, ingressei em uma multinacional e vivi as delícias e as dores do ambiente mundo corporativista por um tempo, conheci a internet rápida, vivenciei a realidade do ambiente das melhores empresas para se trabalhar (que era real apenas na revista Exame e Você SA) na prática, era diferente, então resolvi sair, me libertei, foi uma boa e consciente escolha porque estava de acordo com os meus valores de liberdade, coragem e vontade de mudar o mundo.


Logo depois a multinacional, antes dos 20 anos de idade, ingressei em uma empresa de consultoria, famosa por sua especialidade de Logística e Supply Chain Management, que por intensos e longos +8 anos de dedicação, esforço e bastante trabalho, tive muitos aprendizados, desenvolvi habilidades, fiz bons networking's, me doei e enfrentei adversidades para vivenciar novamente e por completo todas as delícias e dores do mundo corporativista, só que desta vez, na prestação de serviços, aprendi bastante, viajei bastante, conheci muitas culturas, e então por força do universo onde nada escapa ou acontece por mero acaso, pedi para sair em 2008.


A partir daí, resolvi fazer tudo diferente. Resolvi empreender, na real e na prática, com todos os riscos e delícias, comprovei e provei do famoso bônus e ônus que sempre teremos em tudo que fazemos na vida.


Investi em vários negócios, investi em muitas viagens, investi em conhecer pessoas e coisas diferentes, investi em projetos, fiz tudo isso muito rápido e com muita cara-de-pau, aprendi que velocidade determina os acontecimentos e ser cara-de-pau e corajosa, proporciona ter coisas interessantes que ninguém consegue obter, e você, ganha vantagem competitiva.

Alguns projetos deram muito certo, tive sucesso, outros nem tanto, e muitos outros quebrei a cara e a conta bancária, inclusive com pessoas. Mas eu não desisti. Nunca dei bola para os centenas de chupa-lápis desmotivadores que diziam que eu não conseguiria.

As dívidas, as adversidades, o medo do desemprego nunca arrancaram meu espírito positivo e a minha certeza de que minha maior RIQUEZA estava no meu tempo investido e em tudo que eu pudesse fazer para melhorar aquilo que EU era, que EU sou, fortalecendo assim os meus valores de liberdade, coragem e mudar o mundo. Hoje com os meus negócios e minhas empresas principais: GCDV - Grupo Cadeia de Valor e o Logísticos Oficial me sinto realizada, motivada e com sede de fazer mais. De empreender mais. De ajudar mais outras pessoas.


Estou colhendo o que plantei, e estou ajudando a plantar para que outras pessoas também possam colher muito mais do que eu, se assim, desejarem.

Se eu consegui, todos podem conseguir, não sou melhor do que ninguém.

A diferença do passado para o presente? Faço tudo com mais liberdade, com mais amor, com mais paixão e tenho mais felicidade. Sou livre. Sou humana. Me promovi a humana na prática. E porque estou escrevendo tudo isso hoje, e agora? Porque senti de compartilhar com todos aqui.


Afinal, se você chegou a ler até aqui, talvez a vida está tentando mostrar algo para você, assim como por diversas vezes na minha vida, antes de alcançar algum sucesso, ela tentou me mostrar também, e por vários motivos, custei a acreditar e ter fé.


Não desista, e se você sentir no seu coração, fale e compartilhe comigo.


0 visualização
  • LINKEDIN BIA
  • FACEBOOK BIA
  • BiaGCDVLOGÍSITICOS
whatsapp-logo-1.png
  • LINKEDIN BIA
  • FACEBOOK BIA
  • BiaGCDVLOGÍSITICOS

©2020 by GCDV LOGÍSTICOS Proudly created 

EMPRESAS E NEGÓCIOS DA BIA:

LOGO_GCDV_ALTA.png
Logísticos Oficial.png